Adoçantes

Artigos > Adoçantes

Adoçantes – Saiba tudo sobre o tema na Natue!

O que é? Quais benefícios? Como tomar? Essa e outras respostas aqui!

Adoçante

Muito utilizado por quem quer emagrecer e também por pessoas que não podem consumir açúcar, como os diabéticos por exemplo, os adoçantes funcionam como substitutos do açúcar! Porém, adoçante é saudável? Quais os seus benefícios? Tire suas dúvidas abaixo.

O que é adoçante?

O adoçante funciona como um substituto natural ou artificial do açúcar e é responsável por conferir sabor doce aos alimentos e bebidas, de forma menos calórica que o açúcar ou livre de calorias.

Tipos de adoçante

Os adoçantes podem ser classificados como naturais ou artificiais. Os adoçantes naturais são geralmente extraídos de frutas ou vegetais, enquanto que os adoçantes artificiais são produzidos em laboratório.

Além disso, podem também ser classificados conforme o valor nutricional em: nutritivos e não nutritivos. Os nutritivos são aqueles que fornecem energia e textura aos alimentos, enquanto que os não nutritivos são aqueles que possuem alto grau de doçura e que são livres de calorias (com exceção do adoçante aspartame, que possui calorias, mas que devido ao seu elevado teor de doçura, tornam-na desprezíveis).

Adoçantes naturais

Dentre os adoçantes naturais, podemos citar a stévia, o sorbitol, o manitol, a frutose e o xilitol.

  • Stévia: é extraído da planta Estevia rebaudiana e possui poder adoçante 300 vezes maior que o açúcar comum, além de ser livre de calorias.
  • Sorbitol: possui poder de doçura inferior ao do açúcar comum (sacarose), em média de 50 a 70%. Além disso, pode promover a sensação de refrescância na boca.
  • Manitol: oferece 4kcal/g e possui um sabor bem parecido com a sacarose (açúcar comum).
  • Frutose: é extraído das frutas e do mel. Contém 4kcal/g e grau de doçura 173 vezes maior que a sacarose.
  • Xilitol: é um adoçante com grau de doçura bem semelhante ao do açúcar comum (sacarose) e possui poucas calorias.

Adoçantes artificiais (sintéticos)

Dentre os adoçantes sintéticos ou artificiais, podemos citar o aspartame, a sacarina, a sucralose, o acessulfame-k, o ciclamato e neotame.

  • Aspartame: é a combinação de fenilalanina com ácido aspártico, sendo digerido como proteína pelo organismo. Possui grau de doçura 60 vezes maior que a sacarose e sabor semelhante ao açúcar branco;
  • Sacarina: possui alto grau de doçura (200 a 700 vezes maior que a sacarose), é livre de calorias e possui alta estabilidade e solubilidade em água;
  • Sucralose: é obtido a partir da modificação da molécula de sacarose. Possui grau de doçura bem elevado (600 vezes maior que a sacarose) e resiste a altas temperaturas (podendo ser usado em preparações quentes), além de não apresentar sabor residual amargo, metálico ou desagradável;
  • Acessulfame-K: é um sal de potássio sintético obtido a partir do ácido acético. Possui grau de doçura de 180 a 200 vezes maior que o açúcar e sabor semelhante à glicose;
  • Ciclamato: possui menor grau de doçura (é 40 vezes mais adoçante que a sacarose), não contém calorias e possui sabor agradável bem parecido com o do açúcar refinado (apresentando um gosto residual leve);
  • Neotame: é derivado do ácido aspártico e da fenilalanina. Além disso, basta uma pequena quantidade para adoçar os alimentos, uma vez que possui o poder adoçante de 7000 a 13000 vezes maior que sacarose.

Adoçante faz mal?

Quando consumido na quantidade certa, os adoçantes são considerados seguros para o consumo. Entretanto, o ideal é sempre consultar um médico e/ou nutricionista antes de consumir o mesmo, já que existem algumas limitações para o uso de determinados adoçantes.

As gestantes, por exemplo, devem ficar atentas ao consumo de adoçantes, principalmente a sacarina, já que ela pode atravessar a placenta e permanecer nos tecidos fetais, devido a incapacidade do feto de excretá-la. Além disso, durante a lactação, ela também aparece no leite materno.

Já o adoçante aspartame contém fenilalanina, fazendo com que não possa ser consumido por pessoas com fenilcetonúria (doença genética que altera o metabolismo da fenilalanina). Além disso, pode provocar crises de enxaqueca em indivíduos sensíveis.

O consumo acima de 50g de sorbitol por dia pode provocar efeito diurético e está associado a distúrbios gastrointestinais, como diarreia, cólica, gazes, etc., além de aumentar a excreção de cálcio, devendo ser criteriosamente analisado antes de ser consumido por gestantes e lactantes (mulheres que estão amamentando) e também por pessoas com problemas de osteoporose, etc.

Outros substitutos do açúcar!

Vale ressaltar que além dos adoçantes dietéticos, existem outras opções que podem funcionar como substituto do açúcar comum, tais como açúcar mascavo, que por sua vez não passa por refinamento, preservando as vitaminas e os minerais (especialmente cálcio, magnésio, fosforo e potássio) presentes em sua composição. Além de outros como o açúcar de coco, o açúcar demerara e o mel, adoçante natural e rico em benefícios para a nossa saúde!

Aproveite e confira no nosso site opções de adoçantes diet, adoçante em gotas, adoçante em pó e adoçantes culinários.




Quer saber mais sobre Adoçantes?


TÓPICOS RELACIONADOS
Adoçantes, caixa adoçante, sucraloseLOJA
Adoçantes
+ SAIBA MAIS
Imunidade AlimentosBLOG
Substituir refrigerante pelo chá em lata é uma boa?
+ SAIBA MAIS

PRODUTOS RELACIONADOS
Stevita, Stevia, AdoçanteAdoçante
Stevita

Por: R$8,60
Stevita Soul, caixa stevita soulStevita Soul Adoçante
Stevita

Por: R$13,10
Açúcar de coco, Açúcar orgânicoAçúcar de Coco Orgânico
Monama

De: 29,90
http://cdn.natue.com.br/BR/product/acucar-mascavo-500g-vitalin-64332-3212-23346-1-productbig.jpgAçúcar Mascavo
Vitalin

Por:8,60