Intolerância a Lactose, conheça sobre o tema e quais são suas causas - Natue

Artigos > Lactose?

Intolerância à Lactose: tire todas as suas dúvidas

Dúvidas sobre Lactose? Causas da intolerância a Lactose? Essa e outras respostas aqui!

Muito se fala sobre a lactose e seus possíveis malefícios a saúde. Não é difícil encontrarmos pessoas que fazem dietas restritas em lactose com a finalidade de melhorar a saúde e o bem-estar. Mas você sabe o que é lactose?

A lactose é o carboidrato encontrado no leite, formado por glicose e galactose. A lactose é considerada a fonte mais importante de energia durante o primeiro ano de vida da criança, sendo responsável por fornecer praticamente metade das necessidades de energia para as crianças.

Para ser absorvida pelo nosso organismo, a lactose precisa ser quebrada em partes menores por uma enzima chamada lactase.

O que é intolerância à lactose?

A intolerância à lactose ocorre quando há uma deficiência total ou parcial da enzima que digere a lactose, chamada lactase, responsável pela quebra da lactose em glicose e galactose. Quando a lactose não é digerida corretamente pelo nosso organismo, ela chega ao intestino inalterada e sofre fermentação pelas bactérias intestinais causando desconfortos abdominais, cólicas intestinais e formação de gases, podendo causar inclusive, edemas e irritações que podem dificultar a absorção de outros nutrientes como as vitaminas e minerais.

Quais as causas da intolerância a lactose?

Existem três possíveis causas para o a intolerância à lactose:

  • Deficiência congênita: é um problema genético raro, nesse caso, a criança já nasce sem a capacidade para produzir a enzima lactase. Assim, a criança já é acometida pela intolerância logo quando entra em contato com o leite materno, pois este também possui lactose;
  • Deficiência primária ou ontogênica: é a mais comum entre a população, e acontece por uma tendência natural a diminuição da produção da enzima lactase pelo nosso organismo, com o passar da idade, já que os mamíferos são programados geneticamente para tomar leite somente quando crianças;
  • Diminuição enzimática secundária a doenças intestinais: é mais comum em crianças durante os primeiros anos de vida e pode ocorrer devido a diarreias que duram por mais tempo. Neste caso, as células intestinais responsáveis pela produção da lactase acabam morrendo por conta da diarreia. No entanto, esta deficiência é temporária, já que a lactase volta a ser produzida normalmente quando as células intestinais são recuperadas.

Quais os sintomas provocados pela intolerância à lactose?

Os sintomas da intolerância à lactose irão aparecer quando a quantidade de lactose ingerida for maior que a capacidade que o intestino tem de hidrolisá-la (quebra-la em partes menores). Pessoas intolerantes a lactose podem apresentar diversos sintomas, sendo a dor e inchaço abdominal, náuseas, desconfortos gástricos, diarreia e gases os mais comuns. Porém, outros sintomas, como dores de cabeça e vertigens, perda de concentração, dificuldade de memória, dores musculares e nas articulações, cansaço, alergias diversas, arritmia cardíaca, etc., também podem ser resultado da intolerância à lactose.

Pelo fato de os sintomas não serem bem definidos, podendo variar de uma pessoa para outra, o mais importante é sempre procurar a orientação de um médico para o correto diagnóstico e tratamento da doença.

 

Qual o tratamento para a intolerância à lactose?

O tratamento para intolerância à lactose vai depender do grau da intolerância, já que muitas pessoas, mesmo sendo intolerantes, conseguem consumir uma pequena quantidade de lactose por dia. Caso o grau de intolerância não seja muito severo, os intolerantes à lactose conseguem consumir alimentos como iogurte, queijos maturados, e outros produtos lácteos fermentados em pequenas quantidades.

No entanto, atualmente existem diversos alimentos sem lactose, que são produzidos sem leite, bem como o desenvolvimento de diversas receitas sem lactose, utilizando alternativas vegetais à base de soja, arroz, aveia e quinoa. Também encontramos no supermercado alimentos como leite, queijo e iogurtes sem lactose ou com baixo teor de lactose. Estes alimentos são produzidos com leite de vaca, no entanto, a lactose já está quebrada em glicose e galactose, e por isso, são bem tolerados.

E ainda, uma boa saída para os intolerantes à lactose são os suplementos à base de enzimas digestivas que contém lactase. São suplementos em pó, que podem ser consumidos cerca de 30 minutos antes das refeições contendo leite. Ainda falando de suplementos, os probióticos (bactérias boas)  também costumam ser recomendados para o tratamento da intolerância à lactose, isto porque alguns tipos produzem a enzima lactase, além de ajudarem a recuperar a saúde intestinal, que, normalmente, esta debilitada por conta da doença.

 

Curiosidade: Intolerância à lactose e alergia ao leite são a mesma coisa?

A resposta para essa pergunta é NÃO! A intolerância à lactose é uma reação adversa, envolvendo a digestão da lactose, que é um carboidrato presente no leite.

Já a alergia está sempre associada com alguma proteína. No caso do leite, é ocasionada, normalmente, pela a caseína ou a lactoglobulina. Ao entrarem em contato com o nosso organismo, essas proteínas provocam uma resposta do sistema imunológico, que passa a atacá-las, produzindo grande quantidade de anticorpos como para combater o “agente agressor”. No caso de pessoas alérgicas ao leite, é necessário excluir o leite e todos os seus derivados da dieta, optando pelas alternativas vegetais.

Agora não dá mais confundir! Lembre-se sempre que alergia é uma resposta do nosso sistema imune a alguma proteína do alimento, enquanto a intolerância é uma reação adversa envolvendo a digestão ou o metabolismo de determinado alimento. Portanto, não existe alergia à lactose.

 

E os produtos à base de leite de ovelha, de búfala ou de cabra?

O leite de vaca possui mais lactose do que o leite destes outros animais, portanto, os seus subprodutos costumam ser aceitos pelos intolerantes. No entanto, lembre-se: produtos como iogurte de ovelha ou mozarela de búfala não são recomendados para os alérgicos à proteína do leite, assim como os produtos de leite com baixo teor de lactose.




Quer saber mais sobre Lactose


TÓPICOS RELACIONADOS
Doença Celíaca Intolerância GlútenARTIGOS
Intolerância a Glúten
+ SAIBA MAIS
Sem lactoseLoja
Produtos Sem Lactose
+ SAIBA MAIS

PRODUTOS RELACIONADOS
Alfarroba Coco sem gluten sem lactoseAlfarroba com Coco
Carob House

Por: R$6,90
Supra Soy Sem LactoseBebida Sem Lactose
Supra Soy

Por: R$26,90
Biscoito Brigadeiro Sem Glúten Sem LactoseBiscoito Brigadeiro - Sem Lactose
Seu Divino

Por: R$9,90
Chocolate chocolife cacau sem lactoseChocolate sem lactose
Chocolife

Por: R$5,50