Amamentação Exclusiva

1 ano atrás  Por  Equipe Natue     Sem Comentários

Amamentação exclusiva

Para a maioria das mães, amamentar é um momento de amor e conexão com o seu filho. Mas uma porcentagem grande de bebês não são amamentados pelo tempo suficiente. Na América Latina, apenas 20% das crianças menores de 4 meses são amamentadas exclusivamente pelo leite materno.

Diversos fatores podem contribuir para isso, pois amentar não é fácil! Muitas mulheres não sabem a importância da amamentação, outras sentem muita dor ou retornam ao serviço antes do tempo necessário.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, o aleitamento materno exclusivo deve ser realizado até os 6 meses de vida do bebê.

No início da amamentação, a mãe produz o colostro, que antecipa a descida do leite; nele, contém proteínas, sais minerais e anticorpos que são fundamentais para a defesa do organismo do bebê, fortalecendo seu sistema imunológico. Após a apojadura (descida do leite), o colostro passa a ser o leite de transição, que normalmente ocorre 4 a 5 dias após o parto e, posteriormente o leite maduro em torno de 15 dias após o parto. O leite materno é o alimento mais completo e equilibrado, pois atende todas as necessidades do bebê, fornecendo nutrientes e sais minerais suficientes até os 6 meses de vida.

Todo alimento ofertado até os 6 meses irá refletir na saúde do bebê pelo resto da vida. Algumas doenças, como obesidade, podem ser prevenidas apenas com a nutrição adequada nesses primeiros meses de vida.

Benefícios da Amamentação

Para o bebê:

  • O leite materno é fácil de ser digerido;
  • Provoca menos cólicas no bebê;
  • Previne alergias e anemias;
  • Previne obesidade e intolerância alimentares;
  • Contém substâncias responsáveis pela proteção do intestino delicado do recém-nascido;
  • Fortalece o vínculo mãe e filho;
  • Ajuda no desenvolvimento da arcada dentária através da sucção;

Para a mãe:

  • Ajuda na recuperação e retorno o útero ao seu tamanho natural, evitando sangramentos que causam anemia;
  • Protege contra o câncer de mama e ovário;
  • Segundo o estudo publicado na American Journal of Obstetrics, reduz o risco de desenvolver síndromes metabólicas como, por exemplo, doenças cardíacas e diabetes após a gravidez;
  • Traz sensação de bem-estar;
  • Protege contra doenças cardiovasculares;

Dicas para uma amamentação tranquila

  • Escolha um lugar confortável para sentar e apoiar, evitando que a coluna fique reclinada;
  • De preferência, use uma almofada de amamentação;
  • Antes da pega, umedeça o seio com seu próprio leite;
  • Leve o bebê ao peito fazendo com que a boca pegue boa parte do seio e não somente a ponta, deixando ligeiramente a cabeça inclinada para trás;
  • Apoie a palma da mão atrás dos ombros do bebê levando o dedo indicador e o polegar atrás das orelhas dele;
Summary
Article Name
Amamentação exclusiva
Author
Description
Amamentar é um momento de amor e conexão com o bebê, mas, além de garantir nutrientes para sua saúde - Natuelife
Menu Blog
x