Apitoxina: Conheça mais sobre esse veneno para saúde

1 mês atrás  Por  Equipe Natue     Sem Comentários

apitoxina

Caso você não conheça a Apitoxina provavelmente você já utilizou algum produto, principalmente para fins estéticos que tivesse em sua composição esse componente. Essa substância é muito antiga e já comprovada através de artigos sobre sua eficácia.

O que é Apitoxina?

Apitoxina é extraída da glândula de veneno da abelha (Apis melífera), o líquido do veneno é incolor e solúvel em água. Na sua composição podemos encontrar aproximadamente 50 substâncias, sendo algumas tóxicas.

O veneno continua ativo mesmo após ser retirado, e alguns artigos comprovam sua eficácia sobre suas propriedades terapêuticas e curativas, podendo ser utilizado como tratamento para doenças.

O veneno é composto por proteínas, histamina, dopamina e noradrenalina, contém 88% de água, proteínas, peptídeos, aminas, aminoácidos e compostos orgânicos voláteis.

Apitoxina para saúde

O uso para propriedades médicas ocorreu após um médico ser atacado por abelhas em seu próprio jardim. Após o ocorrido as dores constantes na articulação melhoraram. A apitoxina mostra uma eficiente resposta no alívio da dor e evita formação de edemas.

Usado para o tratamento de doenças do sistema circulatório, possui ação vasodilatadora além de regular o ritmo cardíaco, podendo auxiliar em problemas como a arritmia. Melhora a circulação, atuando na dissolução de trombos e prevenindo assim, possíveis .

Auxilia na inibição do crescimento de bactérias e fungos, pois possui ação antibacteriana e antifúngica.

A terapia com apitoxina ainda não está difundida no Brasil, e apenas o uso de pomadas à base do produto são utilizadas no alívio da dor e do edema de artroses e artrites.

Apitoxina para uso estético

Muito usado para fins estéticos, a apitoxina está presente em cremes anti-idade, pois possui o efeito rejuvenescedor, aumentando a permeabilidade dos vasos capilares, além de ajudar para circulação sanguínea e aumento da produção de colágeno (diminui flacidez e melhora aparência). Age como anestésico na pele, com ação da endorfina muito alta.

Benefícios da Apitoxina:

  • Anti-inflamatória: Produção de corticoides (ajudam na defesa do organismo)
  • Analgésica: Auxiliam na diminuição das dores
  • Antidepressiva: produção de serotonina e dopamina responsáveis por nossa sensação de bem-estar
  • Hipotensora: dilata os vasos sanguíneos.

Tratamento com Apitoxina

Existem diferentes tipos de tratamento por apitoxina, porém os mais utilizados são pela aplicação sublingual, subcutânea com agulhas, injeções ou picadas de abelhas diretamente na pele, sendo neste caso necessárias em pequenas quantidades, já que a introdução destas é muito mais ativa.

Contraindicação

Não é indicado para pessoas que tenham alergia de abelhas. Procure sempre um profissional para usar o produto da forma correta.

 

 

SHOPPING NATUE

Summary
Article Name
Apitoxina: Conheça mais sobre esse veneno para saúde
Author
Description
Apitoxina é o veneno da abelha que pode ser utilizado para propriedades terapêuticas. Atua no retardo do envelhecimento e estímulo da produção de colágeno!
Menu Blog
x