Como driblar à vontade por alimento gorduroso após o álcool

2 meses atrás  Por  Equipe Natue     Sem Comentários

álcool

Já sentiu aquela fome incontrolável após uma noite de vários drinks? O álcool pode ativar neurônios relacionados a sensação de fome e, sob a influência da bebida, nosso cérebro pode entender que estamos “morrendo de fome”.

Confira mais sobre a influência do álcool sobre a ingestão excessiva de alimentos e como driblar a fome exagerada após a bebedeira.

Porque depois de ingerir álcool o cérebro ainda acha que precisa de comida?

Estudo realizado em ratos mostrou que o consumo alcoólico ativa neurônios que provocam uma fome intensa, esses neurônios também são encontrados em humanos.

Tomar um aperitivo para “abrir o apetite” já é um costume conhecido há décadas e esse estudo sustenta essa prática popular.

O álcool possui valor calórico mais próximo da gordura, quando comparado ao macronutrientes (proteínas, gorduras e carboidratos), fornecendo 7 Kcal por grama de álcool (1g de gordura fornece 9 kcal).

As calorias fornecidas pelo álcool são chamadas de “calorias vazias”, pois não contém nutrientes essenciais como proteínas, vitaminas, minerais e elementos traço. Além disso, é classificado como uma substância tóxica ao organismo, dessa forma para ser eliminado altera outras vias hepáticas, que em consequência aumenta o estoque de gordura na área abdominal, principalmente, sem saciar a fome (BARROS, et al.; 2016).

Álcool e aumento no consumo de alimentos gordurosos

A fome e a sede exagerada após a bebedeira são sinais do corpo para diminuir a quantidade excessiva de álcool na corrente sanguínea. Nosso organismo entende que falta energia, o combustível necessário para realizar as atividades basais.

A gordura é um nutriente que fornece de alta densidade calórica, ou seja, fornece muito mais calorias em menor quantidade de alimento, sendo uma alternativa “fácil” para o nosso organismo repor esse “combustível” rapidamente.

A disponibilidade de alimentos gordurosos, que no geral também são ricos em carboidratos e sal, nos ambientes com bebidas alcóolicas também permite o fácil acesso.

O estado de embriaguez dificulta o preparo de alimentos e a facilidade de encontrar diversas redes de Fast foods abertas à noite e na madrugada, período mais comum para o consumo alcóolico, além dos aplicativos ligados à essas redes que entregam o alimento onde estiver, facilitam ainda mais o consumo de alimentos gordurosos e ricos em carboidratos.

Como evitar o consumo de alimentos gordurosos após a ingestão de álcool?

A opção mais eficaz é evitar o estado de embriaguez para ter escolhas alimentares conscientes. Quando não for possível, algumas dicas podem te ajudar:

Deixar refeições preparadas disponíveis para o dia seguinte

Incluir fontes de carboidratos, tais como macarrão, arroz e mandioca para repor o estoque de energia e facilitar a eliminação do álcool e, opções de frutas, verduras e legumes, que além de contribuírem para eliminar o álcool, podem diminuir a sensação de ressaca.

Planeje sua rotina

Uma dica é anotar em um papel ou mesmo no celular o que vai fazer no dia seguinte, com horários estabelecidos.

Ter em mente o que você vai fazer no outro dia, pode ajudar a resistir o consumo exagerado do álcool.

Alternar o consumo de água com as bebidas alcóolicas

Alternar um copo cheio de água com cada bebida além de hidratar, é uma boa opção para diminuir os efeitos do álcool no organismo.

Manter essa hidratação no dia seguinte, com água e suco de frutas, também é importante para acelerar a recuperação.

Ainda não se convenceu?

Aliar o consumo de álcool com alimentos altamente energéticos pode favorecer o ganho de peso.

Utilizando como base um indivíduo padrão de 70kg que consome em média 2000 Kcal ao dia, é possível observar elevador teor calórico ingerido em algumas horas durante uma festa.

Em 4 caipirinhas tradicionais, por exemplo, pode conter 1320 Kcal, somado à um hambúrguer tradicional (502 Kcal) e uma porção média de batata-fritas (319 Kcal) de uma das mais famosas redes de fast food, chegamos a um total de 2141 Kcal.

Bom senso, planejamento e moderação

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o consumo de 1 dose de álcool para mulheres e duas para homens (equivalentes à uma dose: 90 ml de vinho tinto, 125 ml de vinho branco, 350 ml de cerveja e 50 ml de destilados) é considerado moderado, mas essa quantidade pode variar de acordo com outros fatores individuais que o seu médico ou nutricionista podem auxiliar na adequação.

Fique atento às suas escolhas, o bom senso, planejamento e moderação são fundamentais para um consumo consciente e agradável do álcool, sem deixar impactar de forma tão importante no ganho de peso e até na saúde.

SHOPPING NATUE

Summary
Article Name
Como driblar à vontade por alimentos gordurosos após o consumo de álcool
Author
Description
Confira sobre a influência do álcool sobre a ingestão excessiva de alimentos e como driblar a fome exagerada após a bebedeira.
Menu Blog
x