Dieta detox vai muito além do suco verde

2 anos atrás  Por  Equipe Natue     Sem Comentários

A dieta detox tem como objetivo oferecer alimentos que favorecem o funcionamento de enzimas responsáveis pela eliminação de toxinas pelo organismo, potencializando a função do fígado. Quando se pensa em alimentos detox, logo vem à mente o suco verde, ou suco detox. No entanto, o processo de desintoxicação do organismo vai muito além de uma bebida à base de couve ou até mesmo do chá verde.

Para não sobrecarregar ainda mais o processo de eliminação de toxinas, é preciso evitar o consumo de aditivos alimentares, como corantes, conservantes, glutamato monossódico e sódio em excesso, além de açúcar e adoçantes artificiais, assim como carne vermelha, álcool, glúten e leite, que são alimentos mais difíceis de serem digeridos.

ALIMENTOS PARA DIETA DETOX

Incluir alimentos detox na alimentação ajuda o organismo a fazer o processo de detox diariamente. Veja o que não pode falar em uma dieta detox:

Vegetais brássicos: estão nessa categoria todos os tipos de couve, brócolis, repolho e folhas verde-escuras.
Frutas vermelhas e frutas diuréticas: estimulam a circulação e hidratação do organismo, além de combater a retenção de líquidos Consuma frutas como melão, melancia e frutas vermelhas.
Proteínas vegetais: prefira tofu e leguminosas, como lentilha, feijão branco e grão-de-bico, pois possuem boa digestibilidade.
Cereais integrais: troque os alimentos refinados pelas versões integrais e varie a alimentação com quinoa, amaranto e painço.
Oleaginosas: castanhas e nozes, além de sementes de linhaça, abóbora, gergelim e chia não podem faltar na alimentação.
Limão e laranja: suas cascas possuem óleos monoterpenos, substâncias antioxidantes e que auxiliam nos mecanismos bioquímicos de eliminação das toxinas. Podem ser consumidos na forma de chás, de preferência os orgânicos, que são cultivados sem agrotóxicos. Fique atento! A toranja, conhecida como grapefruit é rica em flavonoides, no entanto, essa fruta possui suas substâncias inibem as enzimas que fazem o detox, prejudicando a eliminação de toxinas.
Flavonoides: presentes principalmente na uva, suco de uva integral, alho, frutas vermelhas, chás, soja e cacau, têm efeito antioxidante em diversas partes da destoxificação.
Cúrcuma longa: também chamado de açafrão da terra, é rico em curcumina, um fotoquímico que tem um potente efeito antioxidante.
Alecrim: cheio de flavonoides e ácidos fenólicos, aumenta a atividade de enzimas que auxiliam no processo detox.

Chá verde: é rico em catequinas, substância com efeito antioxidante e anti-inflamatório, que estimula as fases da detox. As catequinas ainda podem ter efeito inibidor em diversos tipos de câncer.

Alho: rico em compostos que inibem a ação mutagênica de diversos carcinogênicos, o que está ligado a capacidade de acelerar as enzimas envolvidas na segunda fase do processo detox.
Própolis: fonte mais rica em flavonoides dentre os vegetais, suas principais propriedades são a melhora do processo de destoxificação hepática e prevenção de lesões oxidativas.

Aloe Vera: deve ser consumido na forma industrializada, pois o consumo da fonte natural, pode trazer riscos à saúde, pois contém substâncias tóxicas. Possui efeito inibidor na formação de substâncias cancerígenas, além de proteger o fígado.  


style=”display:block; text-align:center;”
data-ad-layout=”in-article”
data-ad-format=”fluid”
data-ad-client=”ca-pub-7878685036491382″
data-ad-slot=”6234138731″>

Summary
Article Name
Dieta detox vai muito além do suco verde
Author
Description
Detox além do suco verde: saiba como fazer uma dieta detox e melhore sua saúde e bem-estar!
NATUELIFE
x