Iodo: Confira tudo sobre esse mineral

3 semanas atrás  Por  Equipe Natue     Sem Comentários

Iodo

O iodo é um elemento essencial para a manutenção da saúde, pois ele é imprescindível para que a tireoide funcione corretamente, devido seu papel na formação dos hormônios que atuam sobre ela.

A carência de iodo é considerada pela Organização Mundial da Saúde, a principal causa mundial evitável do aparecimento de doenças de desenvolvimento e mentais, isso representa um grande problema de saúde pública.

Afinal, o que é o iodo?

O iodo é um oligoelemento vital para o bom funcionamento do nosso organismo, e deve ser obtido por meio da alimentação.

Pra que serve o Iodo?

É indispensável na síntese dos hormônios da tireoide, pois entra na composição da tiroxina (T4) e da triiodotironina (T3), além da glândula tireoide concentrar sozinha, cerca de 99% do iodo do organismo.

Esses hormônios são peças fundamentais no desenvolvimento de vários órgãos, especialmente o cérebro, para o crescimento de crianças e regular funções como a frequência cardíaca e temperatura corporal.

Alimentos ricos em iodo

O nível de iodo que os alimentos carregam varia, já que depende de sua origem e de algum elemento posteriormente adicionado.

Dentre os alimentos que contém iodo, destacam-se os peixes e mariscos são uma boa fonte, pois no mar existe uma boa quantidade de iodo, já os peixes de água doce vão refletir os níveis do rio em que vivem, que pode estar deficiente.

Plantas cultivadas em solo pobre desse elemento também terão baixos níveis, e os animais alimentados com essas plantas, também não serão uma boa fonte.

Sal Iodado

No Brasil se instituiu a adição de iodo no sal para garantir seu consumo adequado pela população, portanto o sal iodado é a melhor fonte alimentar, mas não deve ser consumido em excesso.

Uma dúvida recente é se o sal rosa tem iodo, não há resultados concretos referente a quantidade de iodo neste sal, porém é possível encontrar opções de sal rosa iodado para compra.

É importante destacar que não se deve aumentar a ingestão diária de sal em decorrência do iodo, a recomendação diária pela OMS é de 5g de sal por dia, para evitar doenças como a hipertensão.

Consequências da deficiência

As consequências mais importantes da falta do iodo, são:

– Bócio: Aumento do volume da tireoide, devido ao corpo tentar aumentar a produção de hormônio;

– Hipotireoidismo: Evolução do bócio, pode causar falta de energia, pele seca, queda de cabelo, formigamento de extremidades, aumento de peso, depressão, anemia entre outros;

– Desenvolvimento fetal e infantil: Durante a gravidez pode aumentar risco de aborto, complicações no desenvolvimento cerebral, além de poder causar problemas cognitivos que se estendem durante a infância.

E o excesso, faz mal também?

A sobrecarga de iodo é mais difícil de acontecer, mas em algumas situações pode provocar hipertireoidismo induzido pelo excesso de iodo e até mesmo hipotireoidismo pelo bloqueio da capacidade da glândula de produzir hormônios.

Essas consequências não são tão graves quanto a de sua deficiência que afetam desenvolvimento cerebral e cognitivo.

Manter uma alimentação variada é muito importante para garantir a ingestão de iodo de fontes diversificadas, em quantidades adequadas, se lembre de dar preferência para o sal iodado e cuidado com os excessos.

SHOPPING NATUE

Summary
Article Name
Iodo: Confira tudo sobre esse mineral
Author
Description
Você sabia que o iodo é um nutriente importante para funções como a da tireoide e no desenvolvimento fetal e infantil? Vem conferir tudo sobre o iodo!

Categorias -

Menu Blog
x