Medicina Tradicional Chinesa: Conheça algumas teorias e técnicas dessa terapia oriental milenar

1 ano atrás  Por  Equipe Natue     Sem Comentários

medicina tradicional chines

Originada na China, a Medicina Tradicional Chinesa (MTC) trata-se de uma prática oriental milenar que utiliza métodos terapêuticos, como acupuntura, dietética e fitoterapia para estabelecer o equilíbrio do organismo, de acordo com as crenças e conceitos chineses.

Considera-se que o indivíduo é composto por um conjunto de energias que fluem pelo corpo e devem estar em constante equilíbrio, e quando isso não ocorre, há o aparecimento de doenças. As terapêuticas então, têm o objetivo de restabelecer esse fluxo de energia ideal, por meio da análise do comportamento, alimentação e dores de cada indivíduo, entre outros aspectos.

Teorias da Medicina Tradicional Chinesa

A terapia da Medicina Tradicional Chinesa se baseia em algumas teorias que são levadas em consideração no momento de analisar a doença e o tipo de tratamento que será adotado para cada indivíduo. São utilizadas a teoria do Yin-Yang, a teoria dos cinco elementos da natureza, do Dao ou Tao e da circulação de energia pelos meridianos do corpo. Conheça mais detalhes de duas dessas teorias.

O Yin-Yang

A Energia Qi é considerada vital, a principal que dá origem ao céu e a terra e ao Yin-Yang, ou seja, a dualidade energética. O Yin é a energia que está relacionada com a insuficiência enquanto o Yang se relaciona com os excessos.

Acredita-se que as doenças são resultado do desequilíbrio do Yin-Yang, portanto as que se caracterizam como Yin são calmas, fracas, frias, úmidas, hipofuncionantes e crônicas. Já as que possuem características Yang são agitadas, fortes, quentes, secas, hiperfuncionantes e agudas. Após determinar se a pessoa é Yin ou Yang, é possível escolher os componentes que irão funcionar melhor na terapia que terá como principal objetivo, ajustar a circulação do Qi pelo corpo.

Os cinco elementos

Esta teoria acredita que os cinco elementos que compõem a natureza – madeira, fogo, terra, metal e água – se relacionam com os órgãos, vísceras e tecidos do corpo. Cada um possui uma ligação de dependência com o outro, constituindo um ciclo que demonstra que o equilíbrio entre eles garante a normalidade do funcionamento do “sistema”, enquanto que se houver algum desequilíbrio, o afetará como um todo. Na situação de doença, será necessário então, identificar qual elemento está em desequilíbrio para que se inicie um tratamento correto para ele em específico:

  • Madeira: fígado, vesícula biliar, olhos e tendões;
  • Fogo: coração, intestino delgado, língua e vasos.;
  • Terra: baço, estômago, boca e músculos;
  • Metal: pulmão, intestino grosso, nariz e pele;
  • Água: rim, bexiga, ouvidos e ossos.

Métodos básicos de tratamento utilizados na MTC

Existem diversos métodos básicos utilizados no tratamento pela MTC que incluem:

  • Fitoterapia: através dos fármacos chineses provenientes de ervas medicinais;
  • Acupuntura: manipulação de agulhas em pontos específicos do corpo;
  • Tuina ou Tui: massagem e osteopatia chinesa, com uso das mãos;
  • Dietoterapia: terapia chinesa através dos alimentos;
  • Auriculoterapia: através de pontos específicos da orelha;
  • Moxabustão: acupuntura térmica com uso de plantas medicinais;
  • Ventosaterapia: uso de ventosas pelo corpo que realizam sucção para limpeza do sangue;
  • Práticas físicas: exercícios de respiração, meditação e circulação de energia, como o Chi Kun, Tai Chi Chuan e artes marciais.

Confira abaixo com mais detalhes quais são e como funcionam dois destes métodos, relacionados com a alimentação, saúde e nutrição: a dietoterapia e a fitoterapia.

Dietoterapia: Os cinco sabores

Na MTC acredita-se que os alimentos têm poder medicinal, com propriedades capazes de prevenir, aliviar doenças e energizar o corpo e, portanto, manter o estado de equilíbrio do organismo. Influenciam na constituição física, alteram o metabolismo e interagem com medicamentos, alterando também a energia circulante. São classificados de acordo com seu sabor, totalizando cinco sabores, e se relacionam de forma diferente com cada órgão:

  • Doce: baço e pâncreas – alivia sintomas e fortalece a função dos órgãos;
  • Ácido: fígado – estabiliza a energia principal mantendo a nutrição do corpo, diminui a toxicidade causada pelo desequilíbrio e reduz inchaços;
  • Amargo: coração – possui características tonificantes, moderadoras, calmantes e aliviam dores agudas;
  • Picante: pulmões – expele os agentes patológicos e promove a circulação da energia principal;
  • Salgado: rins – reduz sintomas e é usado para tratar inflamações;

Além disso, os alimentos podem ser classificados por seu potencial térmico. Por exemplo, o café, especiarias, componentes gordurosos, óleos e nozes pode gerar facilmente calor, enquanto as frutas, vegetais e bebidas frias podem induzir frio no organismo.

Fitoterapia: as plantas medicinais

Outra vertente bastante difundida pelo mundo é o tratamento através de plantas medicinais, feito há séculos na MTC. Os objetivos são aliviar sintomas indesejados e enviar os agentes principais da planta ao local da doença para que seja tratada.

Com mais de 5.000 tipos de ervas disponíveis, as formulações contam com a erva principal que irá determinar a ação da fórmula, juntamente com outros tipos de ervas coadjuvantes que irão potencializar a ação da principal. São adicionados ainda, outros tipos que proporcionarão o bem-estar e preparo do estômago de quem irá recebê-la.

As plantas também são classificadas de acordo com os cinco elementos, sua capacidade térmica (quentes, mornas, frescas e frias) e os cinco sabores, se aplicando de forma diferente para cada tipo de doença, fortalecendo cada órgão de forma específica.

Atualmente existem diversos suplementos disponíveis no mercado que levam as plantas medicinais chinesas como parte da composição, já que apresentam diversos benefícios e são de origem natural. Tratam-se de opções industrializadas que podem ser usadas para auxiliar no tratamento de doenças e na melhoria da imunidade.

Cuidados

A terapia utilizada pela MTC pode trazer diversos benefícios à saúde e ser coadjuvante ao tratamento de doenças, no entanto, deve existir um cuidado especial com sua aplicação durante a gravidez, amamentação e para quem possui doenças específicas e/ou faz uso de medicamentos. É imprescindível que a orientação e prescrição da terapêutica seja feita por um profissional habilitado.

Summary
Article Name
Medicina Tradicional Chinesa: Conheça algumas teorias e técnicas dessa terapia oriental milenar
Author
Description
Confira como os fundamentos da Medicina Tradicional Chinesa podem auxiliar no tratamento de diversas doenças e equilibrar seu organismo, melhorando a circulação de energia pelo corpo a partir de alimentos e plantas medicinais, relacionadas com os cinco elementos da natureza.

Categorias -

Menu Blog
x