O que é anemia e como preveni-la

1 ano atrás  Por  Equipe Natue     Sem Comentários

Anemia

Muitas pessoas acreditam que a anemia é causada apenas pela deficiência de ferro no organismo, o que não é verdade, já que existem diversos tipos de anemia, causados por diferentes fatores. Saiba tudo sobre a anemia a seguir.

O que é anemia?

A anemia é uma doença que apresenta diferentes causas e é caracterizada pela redução da concentração de hemoglobina (proteína presente nas células vermelhas do sangue) no sangue, causada pela carência de nutrientes essenciais. A anemia pela deficiência de ferro é consequência de um longo período de carência deste mineral, no qual há um desequilíbrio entre a quantidade de ferro disponível e a necessidade do organismo por ele. A anemia é a carência nutricional mais comum e atinge principalmente crianças e mulheres.

Causas da anemia

A anemia pode ser causada tanto pela deficiência de alguns nutrientes no organismo, como ferro, zincovitamina B12 e ácido fólico, quanto por deficiência congênita e hemorragias.

Tipos de anemia

Existem alguns tipos de anemia, causados pela carência de ferro ou por origem hereditária:

Anemia ferropênica ou anemia ferropriva

É a anemia resultante da deficiência de ferro ou baixa absorção do mineral pela mucosa intestinal, sendo considerada um problema grave de saúde pública, principalmente nos países em desenvolvimento, já que é responsável por 95% dos casos de anemia. O ferro é responsável pelo transporte de oxigênio no sangue, além de produzir a hemoglobina. E como tratar anemia ferropriva? É preciso orientação nutricional e suplementação de ferro.

Anemia falciforme

É uma anemia com origem hereditária com maior prevalência no Brasil, causada por uma alteração nos glóbulos vermelhos, que adquirem formato parecido com uma foice. É mais comum em negros, mas também pode afetar os brancos. A anemia é causada por alterações na membrana da célula, que se rompe com mais facilidade, além de obstruir os vasos. Causa dores nas articulações e ossos, cor amarelada na pele e olhos, úlcera nas pernas e mais risco para infecções. É uma doença crônica e sem cura, mas pode ser tratada para melhorar a qualidade de vida de seu portador.

Anemia megaloblástica

A anemia megaloblástica é consequência da redução dos glóbulos vermelhos que, na medula óssea, se tornam megaloblastos (disfuncionais) e imaturos. Com isso, os glóbulos vermelhos ficam maiores e há diminuição na quantidade de glóbulos brancos. Isso ocorre pela deficiência de vitamina B12 ou ácido fólico, portanto, seu tratamento consiste no aumento do consumo de alimentos fontes desses nutrientes ou suplementação.

Anemia perniciosa

É causada pela deficiência da vitamina B12, resultado da má absorção deste nutriente pelo intestino. A anemia perniciosa leva à redução dos glóbulos vermelhos no sangue e suas causas são variadas: hereditariedade, doença celíaca, cirurgia bariátrica, de.

Talassemia

A talassemia é uma desordem crônica e de origem hereditária, causada por falha genética e que resulta na má-formação da hemoglobina, levando à anemia. Pessoas com a talassemia apresentam mutação em cromossomos específicos e, por isso, a medula óssea reduz a produção de algum tipo de cadeia de globina.

Sintomas de anemia

A hemoglobina tem como função transportar o oxigênio para todas as células do corpo, por meio da circulação sanguínea. Dessa forma, níveis de hemoglobina baixa no sangue prejudicam o transporte de oxigênio pelo corpo, provocando sintomas como:

  • Cansaço
  • Palidez
  • Fraqueza
  • Tonturas
  • Dores musculares
  • Taquicardia

Alimentos para anemia

Quando a anemia está relacionada com deficiências nutricionais, a alimentação possui papel primordial para o tratamento.

No caso da anemia ferropriva, faz-se necessário incluir na dieta alimentos ricos em ferro, nutriente encontrado principalmente nas carnes vermelhas ou, ainda, em fontes vegetais (couve, feijão, ervilha e grãos integrais enriquecidos, entre outros).

Já nos casos da anemia megaloblástica, é indicado o consumo de alimentos fonte de ácido fólico, como verduras com coloração escura (como brócolis e espinafre), tomate, ervilha e cogumelo, além de alimentos ricos em vitamina B12, como o leite, ovos e as carnes.

Além de uma alimentação equilibrada, algumas dicas básicas podem ajudar na prevenção da anemia. Uma delas é consumir alimentos ricos em vitamina C, como as frutas cítricas (laranja e limão) ou suco de frutas cítricas próximo às principais refeições, como o almoço e o jantar, para aumentar a absorção de ferro não heme (aquele de origem vegetal), presente em alimentos como couve, feijão, lentilha e ervilha.

Outra dica é evitar consumir alimentos ricos em cálcio, como leite e queijo, ou bebidas como café e refrigerante à base de cola, próximo ao almoço e jantar, já que eles dificultam a absorção do ferro no organismo. Além disso, se esse hábito for muito frequente, pode causar deficiência de ferro.

Suplementos para anemia

Quando a alimentação sozinha não é capaz de suprir às necessidades nutricionais para prevenir e curar anemia, o uso de suplementos é indicado, como suplementos de ferro, ácido fólico, vitamina B12 e zinco. Porém, o uso de suplementos para anêmicos deve ser indicado por um médico ou nutricionista, para orientar qual suplemento deve ser utilizado (de acordo com o tipo de anemia), bem como a quantidade ideal.

Summary
Article Name
O que é anemia e como preveni-la
Author
Description
Saiba o que é anemia, os tipos de anemia, sintomas e como a alimentação e consumo de nutrientes adequados pode ajudar a prevenir esta doença

Categorias -

NATUELIFE
x