Pectina melhora o trânsito intestinal e reduz o colesterol

2 anos atrás  Por  Equipe Natue     Sem Comentários

o_que_é_pectina

A palavra pectina é derivada do termo grego pectos, que significa gelatinizado. A pectina foi descoberta em 1790, quando foi encontrada no suco de frutas. Em 1908 a indústria conseguiu produzir pectina líquida, que passou a ser utilizada em grande escala em alguns produtos alimentícios.

O que é pectina?

A pectina é um tipo de fibra solúvel encontrada nas frutas e vegetais, sendo um componente natural desses alimentos. Tem alta capacidade de formar um tipo de gel viscoso, característico das geleias de frutas. Entre os alimentos que apresentam maior teor de pectina estão as frutas cítricas, beterraba, maçã, tomate e batata.


style="display:block; text-align:center;"
data-ad-layout="in-article"
data-ad-format="fluid"
data-ad-client="ca-pub-7878685036491382"
data-ad-slot="6234138731">

Benefícios da pectina

Por ser uma fibra solúvel, a pectina não é digerida por enzimas humanas, mas tem ação benéfica para a microbiota intestinal e acaba formando uma espécie de gel no intestino, o que melhora o transito intestinal e a absorção de água. Apesar de promover pouco efeito laxativo, a pectina tem ação prebiótica, pois estimula o desenvolvimento da flora intestinal sadia. Outros benefícios dessa fibra são:

  • Efeito protetor contra a aterosclerose por diminuir os níveis do LDL, considerado o colesterol ruim quando em excesso.
  • Redução do colesterol total, pois diminui a absorção do colesterol proveniente da dieta.
  • Diminuição da absorção de glicose da alimentação.
  • Impede a absorção de substâncias tóxicas pelo organismo, como metais pesados e microrganismos tóxicos, diminuindo o risco do desenvolvimento de câncer, entre outras doenças.
  • Auxílio na perda de peso, pois aumenta a sensação de saciedade.

Para que serve pectina

Na indústria alimentícia, a pectina é muito utilizada como geleificante e estabilizante de produtos alimentícios, usada principalmente em geleias, doces, sucos de frutas concentrados, produtos lácteos geleificados e produtos de confeitaria. Seu uso farmacológico está relacionado ao tratamento em quadros como prisão de ventre e diarreia. Na indústria de tecelagem, é utilizada na produção de linho.

Pectina caseira

A pectina é encontrada principalmente nas cascas das frutas, como maçã, laranja, limão e maracujá. Frutos verdes e duros possuem teor de pectina mais elevado. Ao preparar geleias caseiras com essas frutas e utilizar a parte interna da casca, como a camada branca que cobre a laranja, a própria fruta libera pectina durante o cozimento. Preparar pectina caseira pode não ser muito confiável, pois na indústria segue-se um processo com várias etapas para obter a pectina líquida, assim o mais indicado é consumir as frutas e vegetais que contém naturalmente pectina em sua composição.


style="display:block; text-align:center;"
data-ad-layout="in-article"
data-ad-format="fluid"
data-ad-client="ca-pub-7878685036491382"
data-ad-slot="6234138731">

Summary
Article Name
Pectina melhora o trânsito intestinal e reduz o colesterol
Author
Description
Aproveite os benefícios que a pectina oferece à saúde. Descubra o que é pectina e onde encontrar pectina!
Menu Blog
x