Plantas medicinais: como cultivar e usar de maneira segura

2 anos atrás  Por  Equipe Natue     1 Comentário

plantas_medicinais_capa

Artigo de especialista - Allan Pscheidt*

As plantas medicinais destacam-se por apresentar inúmeros benefícios à saúde. Estima-se um número aproximado de 400 espécies diferentes de uso medicinal no Brasil, no qual as mais utilizadas pela cultura popular são a camomila, conhecida por suas propriedades calmantes; a erva-doce, por sua ação no estômago; e temperos como o coentro e o gengibre, que dão um toque especial no preparo de alimentos e bebidas.

Para aproveitar ao máximo os benefícios, quem tem o hábito ou deseja cultivar alguma planta medicinal precisa tomar certos cuidados, já que essa espécie tem suas particularidades. As plantas devem, preferencialmente, ser colhidas no período da manhã, pois o calor e a luminosidade do dia afetam a produção dos metabólitos, fazendo com que os óleos evaporem. Também devem ser colhidas na quantidade para uso imediato, pois o armazenamento a longo prazo pode reduzir ou anular seus efeitos terapêuticos.

O processo de armazenamento também é extremamente importante para conservar os benefícios da erva para quem irá consumir. Na geladeira, ainda que armazenadas corretamente em sacos plásticos, essas plantas não devem ser consumidas após uma semana e quando secas não devem ser utilizadas após três meses da colheita.

Em relação à higiene, alguns cuidados básicos devem ser levados em consideração. O processamento das plantas medicinais deve ser longe da exposição direta do sol e em ambiente seco, pois a umidade pode favorecer o desenvolvimento de mofo tóxico. As partes selecionadas nunca devem ser colocadas no chão ou em contato com poeira ou chuva.

O processo de “secagem” das ervas medicinais requer cuidados diferentes para cada método, de acordo com a escolha de quem cultiva. Confira:

Desidratação de folhas e flores

Varal: as plantas devem ser penduradas em local bem seco e arejado, protegido do sol direto e da chuva, por 3 a 5 dias.

Forno
: as plantas são colocadas por 5 minutos em forno pré-aquecido a 100ºC, depois 60ºC por 24 a 48 horas.

Micro-ondas
: as plantas são aquecidas na potência alta por 3 a 5 minutos, por três vezes sucessivas.

Formas de utilização das plantas medicinais

Além do chá, grande conhecido e aliado no tratamento de diversos males da saúde, existem outros métodos de aplicação dessas ervas. Mesmo na preparação de um simples chá, algumas medidas são necessárias para que o uso da planta obtenha o máximo de benefícios, conforme abaixo.

Infusão: utiliza-se água fervente sob os pedacinhos da planta e deixa-se em repouso por 5 a 10 minutos, até a temperatura apropriada para ser ingerida. Neste método, pode utilizar plantas armazenadas por mais tempo, geralmente suas folhas, que contém óleos não aromáticos, que não evaporam, como no caso do boldo.

Compressa: neste processo utiliza-se água quente com pedacinhos macerados de folhas em panos sob a pele para tratar inflamações dolorosas. Geralmente as plantas são colhidas e colocadas em vidros com álcool, armazenadas em local escuro por até 3 meses (para preservar suas propriedades medicinais). Na utilização aquece-se um pano levemente úmido com água e depois mistura-se partes da planta com um pouco do líquido do vidro, como o caso do mentruz.

Inalação: neste processo utiliza-se a ação do vapor com o aroma das plantas. São utilizadas plantas recém-colhidas e secas, pois o tempo maior de armazenamento faz com que os óleos aromáticos evaporem, como no caso da hortelã (Mentha spicata L.).

 

*Allan Pscheidt é biólogo e doutor em Biodiversidade Vegetal e Meio Ambiente pelo Instituto de Botânica (São Paulo), com doutorado sanduíche pelo Botanische Staatssammlung München (Munique). Professor de Botânica e Meio Ambiente na FMU. Atua também como revisor de periódicos e livros, e em consultoria ambiental.

Summary
Article Name
Plantas medicinais: como cultivar e usar de maneira segura
Author
Description
Para aproveitar ao máximo os benefícios das plantas medicinais, é preciso tomar certos cuidados. Saiba mais!
NATUELIFE
x