Raio-X da comida japonesa!

5 anos atrás  Por  Equipe Natue     1 Comentário

comida japonesa

Quem aí concorda que comida japonesa é tudo de bom?!

No post de hoje vamos fazer um raio X da comida japonesa! Vamos falar dos benefícios que os alimentos típicos da culinária japonesa trazem pra gente e alguns cuidados que devemos tomar também. Descobriremos, ainda, se a comida japonesa engorda e se ela é realmente saudável para nós!


style="display:block; text-align:center;"
data-ad-layout="in-article"
data-ad-format="fluid"
data-ad-client="ca-pub-7878685036491382"
data-ad-slot="6234138731">

Comida japonesa: Vamos começar pelos peixes e frutos do mar

Atum, lula, camarão, salmão e polvo são ingredientes muito utilizados na culinária japonesa. Esses peixes são um dos responsáveis pela fama da comida japonesa ser saudável. Veja alguns de seus benefícios:

  • Zinco: O zinco é um mineral muito importante para a saúde do nosso organismo, sendo essencial para diversas reações químicas. É indispensável na síntese de proteínas, no bom funcionamento do nosso sistema imunológico e no processo digestório. Importante para enzimas antioxidantes e para a produção de testosterona (importante para desenvolvimento muscular e libido em homens e mulheres)
  • Fonte de proteínas: As proteínas exercem diversas funções no nosso organismo e seu consumo é indispensável para nós. Os peixes são ótimas fontes de proteína, além de serem muito saudáveis.
  • Gorduras saudáveis (Ômega 3): Salmão, atum, camarão, lula e polvo são fonte de gorduras poli-insaturadas do tipo ômega 3, e contém menos gordura saturada do que carnes vermelhas. Uma alimentação rica em ômega 3 ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares e inflamatórias.

Cogumelos:

Os cogumelos estão muito presentes em pratos típicos da culinária japonesa. Além de serem saborosos, são saudáveis e nutritivos. Os dois tipos mais consumidos são o shimeji e o shiitaki:

  • Shiitaki: O cogumelo shiitaki é uma excelente fonte de vitaminas (como a vitamina C, por exemplo), minerais (como o selênio e o ferro), proteínas e aminoácidos essenciais (aqueles que o nosso corpo não produz). Além disso, ele ajuda no fortalecimento do sistema imunológico e na prevenção contra doenças do coração como hipertensão, colesterol e diabetes.
  • Shimeji: O cogumelo shimeji é rico em vitamina B, vitamina C e lisina, além de desempenhar importante papel na absorção de cálcio e na formação de colágeno. O shimeji também ajuda a fortalecer o sistema imunológico e a proteger contra doenças cardíacas.

Algas:

As algas são muito consumidas pelos japoneses, sendo bastante comuns nos pratos dessa culinária. Elas são boas fontes de nutrientes e conferem um sabor bem interessante à comida. Ricas em zinco, iodo, ferro e cálcio, as algas possuem, ainda, ação anti-inflamatória, antioxidante e auxiliam no emagrecimento!

Kani-kama:

O kani é um alimento à base de carne de caranguejo muito consumido no Japão. É rico em proteínas de alto valor biológico, tendo ótima absorção pelo nosso organismo. Além disso, possui baixa quantidade de calorias e gordura saturada. E o melhor: é uma delícia!

Tofu:

O tofu é um alimento muito nutritivo. Confira alguns dos benefícios do tofu:

  • Fonte de proteínas de alta qualidade
  • Rico em ácidos graxos poli-insaturados e aminoácidos
  • Rico em minerais como o cálcio, fósforo e ferro
  • Fonte de vitaminas C, D, E, F, e K
  • Baixa proporção de gorduras saturadas
  • Reduz os níveis de colesterol


style="display:block; text-align:center;"
data-ad-layout="in-article"
data-ad-format="fluid"
data-ad-client="ca-pub-7878685036491382"
data-ad-slot="6234138731">

Gergelim:

O gergelim é uma semente que, muitas vezes, passa despercebida por nós. Presente em diversos pratos japoneses, o gergelim contém boas quantidades de cálcio. Outra vantagem é ser fonte de ferro, ômega 3, além das vitaminas B1, B2 e E (que possui ação antioxidante!). O gergelim está associado, ainda, ao emagrecimento saudável.

 temaki - comida japonesa

Refeição completa:

Uma das vantagens da culinária japonesa é que seus pratos apresentam, na maioria das vezes, todos os nutrientes essenciais para nossa alimentação. Uma refeição pode fornecer proteínas (como os peixes, por exemplo), carboidratos (como o arroz, muito presente nesse tipo de culinária), vitaminas e minerais (presente nos legumes e verduras, por exemplo, que encontramos em pratos como o yakisoba). Por essas razões, a comida japonesa pode ser considerada saudável para nós.

Porém, é muito importante lembrar que diversos pratos levam shoyu, um condimento com alta concentração de sódio, mineral que, em excesso, pode atrapalhar o bom funcionamento do organismo, causando aumento da pressão arterial e retenção de líquidos (inchaço). Além disso, o shoyu possui glutamato monossódico, um realçador de sabor que pode estar relacionado com doenças neurológicas (enxaqueca, Alzheimer, Parkinson, hiperatividade e déficit de atenção), já que o glutamato no nosso organismo atua como neurotransmissor excitatório, levando impulsos nervosos que excitam as células do sistema nervoso.

A comida japonesa engorda?

Em geral, os pratos da culinária japonesa não são ricos em calorias. Entretanto, muitos deles são compostos por arroz, carboidrato que, quando consumido em grandes quantidades, contribui para o ganho de peso. Outro vilão são os alimentos fritos (como os hot holls, por exemplo): além de contribuírem para o ganho de peso, são ricos em gorduras, sendo prejudiciais à nossa saúde!

E aí, o que acharam? Se ficou mais alguma dúvida, fala pra gente!


style="display:block; text-align:center;"
data-ad-layout="in-article"
data-ad-format="fluid"
data-ad-client="ca-pub-7878685036491382"
data-ad-slot="6234138731">

Summary
Article Name
Descubra tudo sobre a comida japonesa
Author
Description
Comida japonesa é uma delícia, né?! Mas será que é saudável mesmo? Será que engorda? Descubra tudo aqui!
Menu Blog
x