Saiba tudo sobre o jejum intermitente

2 anos atrás  Por  Equipe Natue     Sem Comentários

Jejum intermitente

O que é jejum intermitente?

O jejum intermitente é um jejum programado, que alterna períodos de jejum com a ingestão calórica, em um período que pode variar até 23 horas. O momento no qual o é permitida a alimentação se chama janela alimentar, e este método não restringe a ingestão de calorias.


style="display:block; text-align:center;"
data-ad-layout="in-article"
data-ad-format="fluid"
data-ad-client="ca-pub-7878685036491382"
data-ad-slot="6234138731">

Benefícios do jejum intermitente

Entre os benefícios do jejum intermitente, pode-se destacar:

  • Perda de peso
  • Redução da gordura corporal
  • Diminuição dos níveis de insulina
  • Redução do colesterol LDL (colesterol ruim) e triglicerídeos
  • Diminuição da inflamação, evitando a formação de trombos

Por que fazer jejum intermitente?

Durante o jejum prolongado, acontecem algumas mudanças metabólicas no corpo, influenciadas pelo cortisol e glucagon, hormônios envolvidos no catabolismo e que geram energia para o organismo quando há restrição de calorias. Alguns estudos mostram que o jejum intermitente ajuda a regular o organismo ao atuar como antioxidante e aumentar a sensibilidade aos hormônios insulina e leptina – que é o responsável pela saciedade. Também pode colaborar para a perda de peso e auxiliar no ganho de massa magra.

Jejum intermitente faz mal?

Por outro lado, outros estudos apontam que alternar o jejum prolongado com a alimentação pode resultar em algumas alterações metabólicas indesejáveis, como prejuízos no controle do apetite pelo cérebro. Isso porque durante o jejum pode acontecer o aumento de neurotransmissores que estimulam o apetite. Em um estudo com ratos, verificou-se que que os animais submetidos ao jejum intermitente continuaram com altos níveis desses neurotransmissores mesmo após as refeições, o que pode indicar a sensação de fome mesmo após comer.

Além disso, apesar de estudos afirmarem que o jejum intermitente tem ação antioxidante, um estudo realizado com ratos concluiu que ele pode aumentar a produção de radicais livres, substâncias responsáveis pelo envelhecimento precoce das células, contribuindo para dificultar a perder peso, por isso, é sempre importante ter a supervisão de um profissional e exames em dia, sempre que for se submeter a qualquer tipo de dieta.

Vale lembrar que o jejum intermitente em excesso e sem o acompanhamento de um profissional traz riscos à saúde, pois pode aumentar os níveis de cortisol, comprometendo a massa magra, promovendo acúmulo de gordura e distúrbios hormonais, como a resistência à insulina, ou seja, todos os efeitos contrários de quando feito corretamente.


style="display:block; text-align:center;"
data-ad-layout="in-article"
data-ad-format="fluid"
data-ad-client="ca-pub-7878685036491382"
data-ad-slot="6234138731">

Indicações da dieta do jejum intermitente

O jejum intermitente pode ser indicado para pessoas que apresentam resistência à insulina, desequilíbrio da leptina ou por aquelas que querem perder peso. Antes de aderir a este método, recomenda-se seguir a orientação de um nutricionista ou médico.

Como fazer jejum intermitente?

A alimentação durante o jejum intermitente é feita em uma janela de tempo, por exemplo: se a última refeição foi às 20h, a próxima refeição será às 12h do outro dia, com 16 horas em jejum e 8 horas livres para se alimentar normalmente.

Jejum intermitente emagrece mesmo?

Sim, o jejum intermitente pode melhorar o perfil lipídico e reduzir a resposta inflamatória, colaborando para o emagrecimento. Além disso, pesquisas com pessoas obesas mostram que esse tipo de dieta tem melhor adesão quando comparada às dietas com restrição calórica, o que pode facilitar a perda de peso.

Jejum intermitente x atividade física

Muitas pessoas realizam exercícios físicos, especialmente o aeróbio, em jejum para favorecer a queima de gordura. No entanto, alguns estudos afirmam que esta prática não é a mais efetiva para este objetivo do que se alimentar antes do exercício. O jejum intermitente não afeta a performance física, desde que associado a outros fatores, como treinamento adequado e correta ingestão de nutrientes. Sendo assim, o ideal é ter a orientação de um profissional de acordo com as suas necessidades e objetivos.

Adote essas dicas e viva de forma mais equilibrada e saudável! Para continuar acompanhando informações sobre alimentação saudável, atividade física e bem-estar, assine nossa newsletter e receba conteúdos em seu e-mail. Caso tenha dúvidas, deixe um comentário!


style="display:block; text-align:center;"
data-ad-layout="in-article"
data-ad-format="fluid"
data-ad-client="ca-pub-7878685036491382"
data-ad-slot="6234138731">

Summary
Article Name
Saiba tudo sobre o jejum intermitente
Author
Description
Tire todas as suas dúvidas sobre o jejum intermitente, método que promove benefícios à saúde, mas que deve ser feito com cautela e acompanhamento médico.

Categorias -

NATUELIFE
x