Saiba tudo sobre tchoukball

3 anos atrás  Por  Equipe Natue     Sem Comentários

Tchoukball_capa

Em 1960, o grande número de atletas que se lesionavam chamou a atenção do médico e educador físico Hermann Brandt. Ao analisar a agressividade de algumas práticas esportivas, o suíço percebeu que certos movimentos não eram adequados à fisiologia humana e se debruçou no desenvolvimento de um esporte que evitasse não apenas fraturas e lesões, mas também estimulasse o equilíbrio físico, mental e social. Nascia aí o tchoukball, um jogo em que é preciso usar combinações táticas e movimentos técnicos para vencer o adversário.


style="display:block; text-align:center;"
data-ad-layout="in-article"
data-ad-format="fluid"
data-ad-client="ca-pub-7878685036491382"
data-ad-slot="6234138731">

+ TREINAR OU NÃO COM DORES MUSCULARES?

Tchoukball: como se joga

O tchoukball é um esporte coletivo, jogado entre dois times com sete jogadores de cada lado. Na quadra é preciso ter dois quadros de remissão específicos para cumprir o objetivo do jogo: acertar a bola em um dos quadros para que ela caia na quadra, sem que a outra equipe a recupere. Para arremessar no quadro é permitido até três passes para cada equipe. Durante o ataque, a outra equipe não pode interceptar a bola ou atrapalhar o adversário, ou seja, o jogador não precisa temer ser impedido em seus movimentos.

Tchoukball no Brasil

A ONU reconhece o tchoukball como um “Esporte da Paz” e a Unesco como um “Esporte Pedagógico”, já que além de incentivar um ambiente de respeito e harmonia, sua estrutura de regras e princípios prevê um jogo para todos, independente de habilidade, gênero e idade. Mas apesar de todas essas premissas positivas, o tchoukball ainda não é conhecido no Brasil. Segundo Matheus Alves, coordenador de comunicação e atleta da Seleção Brasileira de Tchoukball, o motivo pode ser o receio de experimentar algo novo. “Como não tem contato físico como o futebol e o basquete, esse esporte pode ser visto com maus olhos por quem o desconhece”, pondera.
Outra dificuldade é a busca por financiamento público, o que impacta nos treinos e na participação em campeonatos. “Dificilmente conseguimos encontrar alguém ou alguma empresa que já não tenha destinado toda a verba mensal para outro projeto”, afirma Matheus. Todos os eventos internacionais que a seleção participou – em 2011 na Áustria e na Itália, em 2012 no Uruguai, em 2014 na Colômbia e em 2015 em Taiwan – aconteceram com o investimento dos próprios atletas e seus familiares.
O próximo desafio será o Campeonato Panamericano de Tchoukball, no México, em julho deste ano.

Benefícios do tchoukball

Para Hermann Brandt, o objetivo das atividades físicas não é criar campeões, mas sim ajudar na construção de uma sociedade harmoniosa. Com essa premissa, o tchoukball oferece como principal benefício o convívio social, em que os participantes desfrutam de uma atividade física criada especialmente para respeitar a anatomia do corpo humano ao mesmo tempo em que desenvolvem valores sociais como respeito pelo colega e a ausência de conflitos. Mas engana-se quem pensa que essa atividade também não traz benefícios para quem busca o emagrecimento. “É um esporte em que é preciso estar sempre em movimento e atento ao jogo. É agachamento aqui, saltos ali, explosões em corridas e muito trabalho com ombros e costas”, explica Matheus.

Para quem ficou curioso, mas acha o tchoukball complicado, o atleta deixa uma dica: “É um jogo muito simples, mas depende de cada um. Se você estudar as regras e observar um jogo por uns 15 minutos, já consegue entender como funciona na teoria. Pode ser estranho no começo, mas quando você finalmente ‘se encontra’ dentro de campo depois de um ou dois jogos inteiros, ou seja, na prática, descobrirá do que é capaz de fazer”, finaliza.

Para contribuir com o financiamento coletivo e ajudar a Seleção Brasileira de Tchoukball a participar do Campeonato Panamericano no México, em julho de 2016, basta acessar o site bit.ly/PATC2016.

Summary
Article Name
Saiba tudo sobre tchoukball
Author
Description
Clique e saiba tudo sobre tchoukball: o que é, como se joga, benefícios para o corpo e muito mais!
Menu Blog
x