Porque a vitamina D na gravidez é tão importante?

1 mês atrás  Por  Equipe Natue     Sem Comentários

vitamina D na gravidez

Você sabe o porquê os níveis de vitamina D na gravidez devem ser acompanhados durante todo o período? Isso acontece porque a deficiência dessa vitamina acarreta problemas sérios para a gestante e para o recém-nascido. A prevenção e recuperação dos níveis adequados são feitos através da alimentação, suplementação e exposição solar, tendo sempre uma recomendação diária adequada para não causar toxicidade.

Vitamina D

 Essencial para o desenvolvimento do esqueleto e para manutenção dos ossos. Também promove o equilíbrio dos níveis de cálcio e fósforo no organismo, é necessária também para fazer a secreção de alguns hormônios.

A deficiência de vitamina D na gravidez

A deficiência de vitamina D está prestes a se tornar um problema de saúde em vários países, e um dos grupos de risco, são as gestantes, pois acomete de 20 a 40% dessas mulheres. Por isso é necessário o acompanhamento dos níveis dessa vitamina durante este período, a fim de prevenir que a criança nasça com a deficiência.  O método de prevenção seria monitorar os níveis de vitamina D na gestante, em consultas periódicas (pois a deficiência pode aparecer a qualquer momento), durante amamentação e também se atentar aos níveis de vitamina da criança.

Problemas de saúde causados pela vitamina D na gravidez:

  • Pré-eclâmpsia (pressão arterial elevada que pode evoluir para a eclampsia – risco para a gestante)
  • Resistência à insulina
  • Diabetes gestacional
  • Nascimento pré-termo (parto prematuro)

Problemas de saúde causados pela vitamina D na amamentação e infância:

  • Raquitismo
  • Diminuição da espessura dos ossos
  • Osteopenia (ossos fracos)
  • Infecções agudas no sistema respiratório
  • Asma
  • Diabetes tipo 1

Fontes de vitamina D:

Os estudos mostram que os alimentos não são os mais ideais para fornecer a vitamina D, porém, os que contém maiores quantidades, são: peixes, principalmente salmão, atum e bacalhau, cogumelo do tipo shitake, gema de ovo e os alimentos fortificados (leites, queijos, cereais, entre outros). Sua fonte principal ainda é a absorção por exposição solar.

Recomendações:

As doses recomendadas pela Academia de Pediatria Canadense são de 2.000 UI/dia de vitamina durante a gravidez e lactação. Já a American College of Obstetrician and Gynecologists, recomenda a suplementação de 1.000 a 2.000 UI/dia.

Academia de Pediatria Canadense recomenda, durante o primeiro ano de vida, 200 UI/d para RN prematuros e 400 UI/d para as outras crianças. Também é necessário que o recém-nascido e a mãe sejam expostos ao sol em períodos curtos, de ao menos 15 minutos. Os melhores horários são antes da 10h e depois da 16h. É necessário o acompanhamento com o Nutricionista ou médico para maiores informações.

Prevenção

A prevenção dessa deficiência pode ser feita através da alimentação, exposição solar e suplementação, pois assim, você consegue atingir os níveis necessários dessa vitamina.

Summary
Article Name
Porque a vitamina D na gravidez é tão importante?
Author
Description
A vitamina D na gravidez é essencial para o desenvolvimento e manutenção dos ossos, além de diminuir o risco de aborto espontâneo, pré-eclâmpsia e diabetes gestacional.
NATUELIFE
x